Home


Assinatura de Tratados de Amizade e Mútuo Reconhecimento com obediências amigas

No último domingo, dia 28 de abril de 2019, o Grande Oriente Maçônico de Pernambuco realizou no Restaurante e Pizzaria Atlântico em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, a solenidade de assinatura dos Tratados de Amizade, Aliança e Reconhecimento Mútuo entre o GOMPE e o Grande Oriente Maçônico do Brasil – G.O.M.B. e entre o GOMPE e a Grande Loja Maçônica Unida de Pernambuco – GLMUPE, as quais juntas, as três obediências passam oficialmente a se reconhecerem como entidade amigas e irmãs dentro da Maçonaria Universal e irão trabalhar juntas e coadunadas com o espírito de grande fraternidade para o desenvolvimento da Ordem Maçônica em Pernambuco e no Brasil, bem como para o desenvolvimento da sociedade pernambucana e brasileira através de ações integradas que promovam o desenvolvimento da cultura e educação maçônicas, como também o desenvolvimento da sociedade com ações nas áreas educacional e de assistência filantrópica.

 

A solenidade contou com a presença e participação de mais de 120 pessoas entre maçons, cunhadas, sobrinhos e sobrinhas, bem como de convidados. Estiveram presentes como autoridades maçônicas representando as três obediências regulares o Ir. Ricardo Saliba Urbano, Soberano Grão Mestre do Grande Oriente Maçônico do Brasil, o Ir. Nilson Resende Maia, Sereníssimo Grão Mestre da Grande Loja Maçônica Unida de Pernambuco e o Ir. José Rodrigues Silva Júnior, Soberano Grão Mestre do Grande Oriente Maçônico de Pernambuco, além de secretários e outras autoridades das três obediências.

Na oportunidade, o Soberano Grão Mestre do GOMPE, Ir. José Rodrigues Silva Júnior agradeceu reiteradamente o apoio e união da maçonaria pernambucana e nacional através dos Tratados de Reconhecimento, fato que inaugura o surgimento de uma Nova Maçonaria nacional, muito mais próxima dos anseios de todos os maçons que desejam a prática do amor fraternal entre irmãos e famílias, encerrando um ciclo de atraso e retrocesso calcado por intrigas e dissenções no seio de nossa Ordem. Conclamou a todos os obreiros do Grande Oriente Maçônico de Pernambuco a unirem-se ao Grão Mestrado para juntos construírem uma obediência cada dia mais forte e pujante, e que seja o exemplo para o Brasil, de amor à Ordem, de perseverança e obstinação, contra toda forma de tirania e abusos.

O Soberano Grão Mestre do Grande Oriente Maçônico do Brasil, Ir. Ricardo Saliba Urbano, na ocasião, como representante maior de sua obediência, fez a entrega da CARTA PATENTE ao Grande Oriente Maçônico de Pernambuco, outorgando os poderes ao GOMPE, como manda a tradição, para trabalhar os Graus Simbólicos no território do Estado de Pernambuco,  jurisdição em que atua, com plenos poderes para tal e com autorização para a prática dos diversos ritos maçônicos praticados no Grande Oriente Maçônico do Brasil, os quais passam agora a serem os mesmos praticados no Grande Oriente Maçônico de Pernambuco.

 

O Soberano Grão Mestre Ir. Ricardo Saliba Urbano agradeceu a celebração dos Tratados e conclamou a Maçonaria pernambucana a continuarem essa integração e intercâmbio com o GOMB e com outras obediências nacionais e internacionais. Declarou que a partir desta data, todas as obediências nacionais e estrangeiras com as quais o GOMB tem ou venha a ter reconhecimento, terão também reconhecimento estabelecido com o Grande Oriente Maçônico de Pernambuco, que representa um força da maçonaria brasileira tradicional, legal e legítima, constituída desde 1926.

Entrega da CARTA PATENTE dos Graus Simbólicos ao Soberano Ir. José Rodrigues SIlva Júnior Soberano Grão Mestre do GOMPE.

Na oportunidade o Pod. Ir. Daury dos Santos Ximenes, Grande Secretário de Relações Exteriores falou da importância da Maçonaria pernambucana no seio da maçonaria nacional desde os idos de Manuel de Arruda Câmara, pioneiro da Ordem em nosso Estado. Ressaltou o empenho da administração do Grande Oriente Maçônico de Pernambuco nas relações internacionais e na busca incessante pelo bom relacionamento do GOMPE com as obediências amigas em todo o mundo. Explicitou a importância da maçonaria de corrente liberal capitaneada pelo Grande Oriente da França e a sua busca pela aplicação do lema da “liberdade absoluta de consciência”.

O Sereníssimo Irmão Nilson Resende Maia, Grão Mestre da Grande Loja Maçônica Unida de Pernambuco, agradeceu a celebração dos tratados e se disse muito feliz por enfim as obediências maçônicas do Estado estarem se reconhecendo e passando a trabalharem juntas pelo desenvolvimento da maçonaria.

O momento foi celebrado com um excelente almoço de domingo no Restaurante e Pizzaria Atlântico de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, terra de lutas libertárias do povo pernambucano e que fez jus a mais um momento de grande monta para a história de nosso Estado.

Viva o Grande Oriente Maçônico de Pernambuco!

Viva à Maçonaria Universal!